• Home
  • Cardápio Semanal
  • Vídeos
  • Coleções de Receitas
  • Blog
  • Revistas e Livros
  • Política de Nutrição
  • Produtos
  • Descubra novos sabores!

    Encontre mais de 3 mil receitas, testadas e aprovadas por especialistas

    BLOG ALÉM DA CULINÁRIA

    Lancheira

    • A- Diminuir
    • A+ Aumentar
    • A Tamanho Original

    Realizar lanches no intervalo das aulas é importantíssimo para seus filhos. Além de nutri-lo para que se desenvolva corretamente, estar bem alimentado é importante para aumentar a concentração da criança, o que influencia no seu aprendizado. Por isso que lanches pouco nutritivos (como salgadinhos, biscoitos recheados e balas) não são boas opções para preencher a lancheira das crianças. Aproveitando a época de "volta às aulas", aqui vão algumas dicas! (Se você já está pensando no trabalho que terá, fique tranqüilo! É possível preparar um lanche gostoso e saudável sem maiores dificuldades).

    Escolha uma fruta que seja fácil de consumir (como banana, maçã, goiaba, morango, pêra), lave-a e disponha em um pote hermeticamente fechado. Tenha sempre à mão opções práticas: pães, bolos e biscoitos (sem recheio ou cobertura), variando a opção refinada com integral, e alterne-as com recheios (geléia, requeijão, margarina, frios e queijos) e bebidas diferentes (iogurtes, sucos naturais ou leite em caixinha).

    Sementes oleaginosas (castanhas, amendoim, amêndoas, nozes) e frutas secas (uva passa, damasco e outras frutas desidratadas) também são lanches práticos e saudáveis. Aliás, a combinação de oleaginosas (castanhas, avelãs, amêndoas) com frutas secas (damasco, uva passa e figo seco), em inglês, é chamada de "student food", originado do alemão "studentenfutter", que significa "comida de estudante", devido aos benefícios no desempenho acadêmico atribuídos a esses alimentos.

    É recomendável também a utilização de lancheiras térmicas para conservar melhor os alimentos, principalmente os mais sensíveis ao calor, como derivados de leite e frios. 

    Se seu filho está acostumado a levar lanches menos nutritivos, converse com ele e, aos poucos, vá inserindo alimentos novos em sua lancheira. E não desista na primeira maçã que voltar intacta! Insista quantas vezes forem necessárias.

    É claro que um agrado uma vez na semana não faz mal a ninguém: você pode aproveitar essa oportunidade para ensinar que consumir doces, quando se tem uma alimentação equilibrada, é totalmente possível.

    Com tanta dedicação e carinho, tenha certeza de que seu filho lembrará para sempre dos seus recreios na escola. Eu mesma sinto saudades da minha lancheira cor-de-rosa dos "Ursinhos Carinhosos" repleta de comidinhas...

    Priscila Andrade

    Especialista em Alimentos

    Comentários

    0 Comentários

    Faça o login para comentar

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

    Veja mais