• Home
  • Cardápio Semanal
  • Vídeos
  • Coleções de Receitas
  • Blog
  • Revistas e Livros
  • Política de Nutrição
  • Produtos
  • Descubra novos sabores!

    Encontre mais de 3 mil receitas, testadas e aprovadas por especialistas

    BLOG ALÉM DA CULINÁRIA

    Festa junina: origem e folclore

    • A- Diminuir
    • A+ Aumentar
    • A Tamanho Original

    Junho chega trazendo uma das celebrações populares mais adoradas pelos brasileiros: a festa junina! Marcada por muita comida típica, dança e roupas tradicionais, esta data faz parte da nossa cultura, sendo uma das celebrações mais divertidas e alegres do ano.

    As festas juninas são ricas em elementos culturais e cheios de símbolos e folclores, mas você sabe o significado por trás de cada um deles? Aproveite este texto, junte os amigos e a família, faça pratos deliciosos e boa festa!

    Origem

    Essas festas eram conhecidas como festas Joaninas, e receberam este nome para homenagear São João Batista. Por isso, passou a ser uma comemoração da igreja católica ao festejar de três santos: Santo Antônio 13/06;  São João 24/06 e São Pedro 29/06, a festa junina sempre foi um evento popular, organizado pelas pessoas mais humildes para comemoração à fertilidade da terra e as boas colheitas - daí a tradição de se usar roupas com remendos. As comidas típicas, como pé de moleque, rapadura, pipoca, milho verde, amendoim torrado, batata-doce, remetem a pratos característicos do Nordeste, região em que a celebração da festa junina é bastante popular. Nessa região, as comemorações são bem acirradas – dura um mês, e são realizados vários concursos para eleger os melhores grupos que dançam a quadrilha.

    Fogueira de São João

    De acordo com uma lenda católica, uma prima de Maria, mãe de Jesus, acendeu uma fogueira na noite do nascimento de João Batista, para avisar a novidade à Maria. Assim, a tradição perdurou durante os anos. Alguns historiadores ainda afirmam que as fogueiras podem ter uma origem ainda mais antiga, sendo um elemento da tradição pagã de celebrar o início do verão. E você achando que era por causa do frio, né?

    Balões de ar quente e fogos de artifício

    Nem todos os símbolos folclóricos da festa junina persistiram ao tempo. A prática de soltar balões, advinda dos tempos da colonização portuguesa, tinha como objetivo levar os pedidos dos devotos aos céus e a São João. Atualmente, por questões de segurança, esta prática é considerada ilegal.

    Os fogos de artifício, embora sejam desencorajados por serem perigosos, também fazem parte destas celebrações. Originalmente simbolizavam uma forma de “despertar” São João e chamá-lo para a comemoração. Além disso, de acordo com tradições pagãs, o barulho de bombas e rojões podia espantar os maus espíritos. Tanto os rojões quanto os balões foram substituídos por bandeirinhas e balões de dobraduras, como uma forma de enfeitar a festa e lembrança destas antigas tradições.

    Tatiana Sousa

    Especialista em Alimentos

    Comentários

    0 Comentários

    Faça o login para comentar

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

    Veja mais