• Home
  • Cardápio Semanal
  • Vídeos
  • Coleções de Receitas
  • Blog
  • Revistas e Livros
  • Política de Nutrição
  • Produtos
  • Descubra novos sabores!

    Encontre mais de 3 mil receitas, testadas e aprovadas por especialistas

    BLOG ALÉM DA CULINÁRIA

    Dia dos Namorados: o vinho ideal para cada refeição

    • A- Diminuir
    • A+ Aumentar
    • A Tamanho Original

    Junho chega e com ele todo um ar de romance, afinal, é o mês dos namorados! Nada melhor do que aproveitar esta data especial para preparar um jantar romântico e cheio de carinho para a pessoa que você ama.

    E como a ideia é agradar ao máximo, todo cuidado é pouco: você pesquisa até encontrar aquela receita deliciosa, organiza uma bela decoração na mesa e… Poxa, qual vinho escolher?! Fique tranquila, nós preparamos algumas dicas de como escolher o melhor vinho para cada tipo de prato, tornando aquele jantar do Dia dos Namorados infalível e inesquecível!

    É importante lembrar que não há uma fórmula pronta de como escolher o vinho ideal. Tudo vai depender do gosto de quem for saborear a comida e, também, do prato que foi preparado. Antes mesmo de começar a saborear a refeição, algumas pessoas gostam de tomar um vinhozinho para abrir o apetite. Nessa ocasião, o mais indicado é um vinho branco seco ou seco fortificado.

    Peixes

    Se você escolheu servir peixe, o mais indicado é optar por um vinho branco como acompanhamento. Para que nem a comida nem o vinho sejam desvalorizados, leve em consideração os temperos e a forma como o prato foi preparado. Na prática, são ideais todos os vinhos leves: o gosto do vinho não deve ser maior ou mais forte que o do prato.

    Carnes e assados

    Já se o prato for mais gorduroso e suculento, como carnes e assados, escolha um vinho tinto - a sua tenacidade contrapõe a secura que estes pratos causam no paladar. Caso seja uma receita de grelhado, opte por um espumante brut ou um vinho jovem e leve (colocar o ano/ a partir de...). Para receitas que envolvam molhos fortes, um vinho tinto maduro (colocar o ano/ até...) é o mais indicado.

    Carnes brancas

    Carnes como a de peru e frango combinam muito bem com brancos de bom corpo ou tintos não muito tânicos e frutados. Se seu prato for feito com carne branca grelhada, quando servidas com molho leve, beba um espumante brut ou um vinho branco seco. Neste caso, os pratos com molhos fortes também acompanham tinto maduro.

    Massas

    Já as receitas de massas, feitas com molho leve ou branco, combinam perfeitamente com um vinho branco jovem ou um tinto jovem. Em contrapartida, os pratos com molho vermelho ou que levem muito tempero, harmonizam melhor com um vinho tinto maduro.

    Sobremesas

    E quem pensa que na sobremesa não há espaço para um bom vinho, muito se engana! Receitas de doces pedem vinhos igualmente doces: aquelas à base de frutas se dão bem com vinhos brancos doces. Melhor ainda se eles tiverem uma boa acidez, pois isso evita que a combinação cause aquela sensação de que a sobremesa está muito doce.

    Gostou do nosso post? Então mãos à obra! Siga nossas dicas e coloque todo o seu amor neste jantar que não vai ter erro.

    Você acha que caberia falar da temperatura ideal do consumo do vinho?

    Ana Beatriz Pose

    Especialista em Alimentos

    Comentários

    0 Comentários

    Faça o login para comentar

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

    Veja mais