Blog Além da Culinária

Aprenda como fazer creme de milho

Aprenda como fazer creme de milho

29 de Abril de 2016

Quem está por trás disso:

Ana Beatriz Pose

Ana Beatriz Pose

Categoria:

Nutrição no dia-a-dia

0 comentários Comentar
O creme de milho é um prato super simples de preparar. Com um gostinho levemente adocicado, é perfeito para acompanhar carnes, principalmente de frango, além de também incrementar sopas e caldos. Confira algumas dicas que vão te ajudar a fazer um creme de milho delicioso.
 
Receita coringa para aprender como fazer creme de milho
 
Uma receita de creme de milho simples é uma verdadeira carta coringa para incrementar seus pratos!
 
Para preparar a receita, você precisa de:
 
1 lata de milho verde já escorrido
3 xícaras (de chá) de leite 
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
2  colheres (chá) de sal
2 colheres (sopa) de margarina sem sal
1 cebola picada
1 dente de alho amassado
1 sachê de Tempero SAZÓN® Amarelo
 
Alguns desses ingredientes podem variar de acordo com sua preferência. Por exemplo:
 
       Algumas receitas pedem para usar creme de leite. Nesse caso, a quantidade de leite também costuma ser menor. Por isso, você pode optar tanto por usar creme de leite + pouco leite, ou usar uma quantidade maior de leite 
 
      O uso do queijo parmesão ralado é opcional e também pode ser substituído por requeijão. 
Se preferir não usar farinha, é só dobrar a quantidade de milho para engrossar.
 
 
Modo de preparo:
 
1. Comece batendo o milho. No copo do liquidificador, coloque 5 colheres (sopa) de milho, o leite, o queijo ralado, a farinha de trigo, o Tempero SAZÓN® e o sal, e bata até obter uma mistura homogênea.
 
2. Em uma panela, coloque a margarina e leve ao fogo alto para derreter. Junte a cebola e o alho, e refogue por 2 minutos, ou até a cebola murchar. Acrescente o milho restante e a mistura do liquidificador, aos poucos, e cozinhe em fogo baixo, por 5 minutos, mexendo sempre, até obter um creme encorpado.
 
3. Retire do fogo e sirva em seguida.
 
3 receitas com creme de milho que você precisa provar
 
Agora que você já tem uma receita coringa de creme de milho fácil e rápido, essas são nossas sugestões de acompanhamento. 
 
1 - Cubos de frango: Essa receita é perfeita para qualquer ocasião. Além de ser uma delícia, o creme de milho com cubos de frango é muito fácil e rápido de preparar - só 25 minutos!
 
 
 
2 - Filé de frango à milanesa: Frango à milanesa já é uma delícia, melhor ainda com creme de milho para acompanhar! A receita de filé de frango com creme de milho é simples e leva só 20 minutos (+ 10 minutos assando no forno). 
 
 
 
3 - Frango crocante: Ideal para quem tem cuidado com o sódio na alimentação, o frango crocante com creme de milho com sódio reduzido é um pouquinho mais elaborado, mas ainda assim é rápido: 25 minutinhos de preparo.
 
 
 
 
Ler post

Como fazer pão caseiro fácil

Como fazer pão caseiro fácil

22 de Abril de 2016

Quem está por trás disso:

Mariana Canela

Mariana Canela

Categoria:

Nutrição no dia-a-dia

0 comentários Comentar
Se eu te pedisse para citar uma receita saborosa que lembre infância, família e carinho, provavelmente a sua resposta seria “pão caseiro”! Afinal, quem não ama esse comfort food, né? 
 
Quer aprender a fazer um pão tão gostoso quanto o da sua avó ou mãe? Confira essas dicas de como fazer pão caseiro fácil e saboroso!
 
Fazendo a massa do pão
 
No geral, toda massa de pão precisa de alguns ingredientes básicos, como farinha, algum líquido (que pode ser água ou leite), fermento e açúcar (até mesmo nos pães salgados, mas eu explico melhor mais adiante). Mas algumas receitas podem contar com mais ingredientes.
 
As proporções dos ingredientes, em uma receita básica, para uma forma de bolo inglês (26 x 10 x 7 cm) é:
 
2 ovos
meia xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de leite morno (200 mL)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo (240 g)
1 tablete de fermento biológico (15 g)
1 colher (chá) de açúcar
 
Agora é a hora de misturar os ingredientes: coloque os ovos, o óleo e o leite em um recipiente, e sove tudo enquanto adiciona a farinha de trigo aos poucos, até obter uma mistura homogênea. Algumas receitas contam com o uso do liquidificador - como essa aqui
 
Depois, é preciso adicionar o açúcar e o fermento. Dicas de como sovar a massa você confere no próximo tópico!
 
Dicas para preparar o pão caseiro
 
1 - Tenha atenção com os ingredientes e as suas medidas
A qualidade do pão está relacinonada à qualidade dos seus ingredientes. Por isso, escolha com critério a farinha. Sobre o fermento: sempre leia as instruções do rótulo antes de usar.
 
E muito cuidado com as medidas: uma xícara de chá tem que ser uma xícara de chá, e o mesmo vale para as colheres de sopa ou de chá. 
 
2 - Não se esqueça do açúcar 
Um dos principais motivos para o pão ficar murchinho é a falta do açúcar! O fermento, que faz o pão crescer, tem a sua ação “ativada” pelo açúcar. É por isso que esse ingrediente é usado até mesmo nos pães salgados.
 
3 - O ponto de sova 
O indicado é sovar a massa do pão até que ela fique bem elástica e lisa, durante 10 a 15 minutinhos. Para testar se ela está no ponto certo, aperte a massa com o dedo e observe: se ela começar a voltar ao formato anterior, está no ponto!
 
4 - Atenção até depois de pronto 
Após o pão terminar de assar, é preciso deixar que ele esfrie por um tempinho. Mas não deixe ele esfriar dentro do forno quente, porque isso acaba ressecando e endurecendo o pão.
 
5 - Quando usado, o sal deve vir por último
Essa dica é bastante importante. Lembra do efeito que o açúcar tem no fermento, ajudando a massa a crescer? O sal faz o contrário, ele controla e reduz a ação do fermento. Por isso, adicione o sal por último na composição da massa.
 
6 - Untar ou não untar a fôrma?
Geralmente, untar ou polvilhar a fôrma é necessário. Mas vale conferir o que está indicado na receita!
Como untar: na fôrma, limpa e seca, passe manteiga ou margarina (pode ser com os dedos ou com o pincel). Todos os cantinhos da fôrma precisam estar cobertos. Caso a receita indique o uso da fôrma untada com farinha, basta polvilhar um pouco de farinha por toda a superfície da mesma.
 
7 - Tempo de preparo 
O tempo de preparo varia de receita para receita. Mas você pode observar estes sinais que indicam que o pão já está assado: a casca do pão deve ter uma cor castanho-dourada e, quando você enfia um palito no pão, ele sai limpinho, sem massa grudada nele.
 
Receitinhas de pão caseiro para preparar
Seguindo essas dicas, o seu pão caseiro vai ficar delicioso. Essas são algumas sugestões de receitas para você variar sempre que quiser:
 
1 - Pão de fôrma - Uma receita fácil, simples e clássica!  
2 - Pãezinhos suínos - Essa receita é perfeita para quem tem crianças em casa!
3 - Pão de batata com salsicha - Uma receita ideal para quem quer inovar. E se você não estiver assim com tanta vontade de um pão recheado, também pode fazê-la sem a salsicha do recheio.
4 - Pão de calabresa - Vai receber visitas e quer impressionar? Pode apostar nessa receita deliciosa que rende 15 porções!
Ler post

Como fazer massa de bolo simples

Como fazer massa de bolo simples

08 de Abril de 2016

Quem está por trás disso:

Priscila Andrade

Priscila Andrade

Categoria:

Nutrição no dia-a-dia

0 comentários Comentar

Saber como fazer uma massa de bolo é sempre bom. Versátil e apreciado por todo mundo, o bolo é uma opção que vai bem em qualquer hora do dia, e alguns poucos ingredientes básicos já bastam para preparar a receita. 

Vou lhe ensinar como fazer massa de bolo simples e dar dicas para não errar a mão!

Fazendo a massa de bolo simples

Preparar uma massa de bolo simples e deliciosa não é difícil e pode ser rápido. De modo geral, todas as receitas levam os mesmos ingredientes básicos e o que realmente muda são as quantidades - além de, claro, se irá ou não ter um sabor diferente (como chocolate, laranja, milho...). 

É comum que se tenha, sempre, essas quantidades aproximadas:

4 ovos
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de leite
meia xícara (chá) de óleo
1 colher (sopa) de fermento

Em quase todas as receitas a quantidade de leite (ou água) e fermento é a mesma, e os outros ingredientes seguem uma mesma proporção (ovos > farinha > açúcar).

E para preparar, basta bater todos os ingredientes na batedeira, no liquidificador ou até mesmo à mão. Comece pelos ovos (podendo ser claras em neve ou não, dependendo da receita) e acrescente então o açúcar, depois o óleo, a farinha e o leite, aos poucos. Por fim, adicione o fermento. É importante que essa etapa final seja feita à mão, e não no liquidificador ou batedeira, para que o ar seja incorporado, delicadamente, contribuindo para uma massa fofa e leve.

Se quiser variar, você pode substituir o leite por suco de frutas, farinha branca ou farinha integral, ou incrementar com farinha de aveia ou de arroz. A nossa dica é conferir as receitas de bolo de limão, bolo mármore e bolo de limão com brigadeiro, que são simples de preparar e ainda surpreendem com o sabor irresistível de MID® Limão.

Cinco dicas para não errar no preparo

1 - Os ingredientes merecem atenção 

O sucesso de um bolo depende bastante da qualidade dos ingredientes. Além de sempre verificar se estão dentro do prazo de validade e armazenados corretamente, é importante usá-los na temperatura ambiente, como no caso de ovos e leite - só os use gelados ou quentes quando a receita mandar. 

Outra dica é peneirar os ingredientes secos, como farinha e açúcar, garantindo que eles não estejam “empelotados”. 

2 - Siga a receita à risca

Quanto ao modo de preparo, é importante respeitar a receita e só adicionar os ingredientes no momento certo. O fermento, por exemplo, só pode ser usado na etapa final. Isso porque a sua ação já se inicia assim que entra em contato com os líquidos do bolo - daí a importância de seguir direitinho o indicado pela receita.

3 - Para um bolo leve, fique atento às quantidades 

Verificar as quantidades dos ingredientes é um meio de já prever como será o resultado final do bolo. Por exemplo, se a quantidade de açúcar for maior do que a de farinha, é bem provável que o bolo fique um pouco pesado. O mesmo vale para o óleo, que também pode deixar a massa pesada quando em quantidade exagerada.

4 - Ligue o forno assim que começar a receita 

O melhor momento para assar o bolo é assim que a massa estiver pronta - nada de deixá-la descansando, a não ser que a receita conte com essa instrução. E, como o forno precisa ser preaquecido em temperatura média (180 graus), a dica é já ligá-lo antes de começar a misturar os ingredientes e garantir que o resultado final seja um bolo macio e douradinho por fora.

5 - Não fique “espiando” o bolo

Fique atento e respeite o tempo que a receita indica que o bolo deve ficar no forno, repeitando também a temperatura. Não fique abrindo o forno para “espiar” a massa. Isso interfere no processo e pode resultar na famosa massa abatumada. Se tiver luz dentro do seu forno, fica mais fácil de saber como está indo a massa sem ter que abrir a porta.

Com esses cuidados, o seu bolo tem tudo para ficar leve e delicioso! Bom apetite!

Ler post

Comfort food: comida feita com carinho

Comfort food: comida feita com carinho

19 de Fevereiro de 2016

Quem está por trás disso:

Eliane Kina

Eliane Kina

Categoria:

Nutrição no dia-a-dia

0 comentários Comentar
Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre o conceito de comfort food (que em inglês significa “comida que traz conforto”), mas com certeza já apreciou – e muito! – as delícias que fazem parte dessa tendência.   
 
Um prato comfort food nada mais é do que aquela comidinha que te conforta, que ativa suas memórias e é quase como ganhar um abraço da sua infância ou outra época boa da sua vida. Por isso, as receitas comfort food variam de pessoa para pessoa. Pode ser aquela galinha caipira que só sua mãe sabe fazer, a canjiquinha que você tomava no inverno quando criança, ou aquele bolinho de chuva que sua avó fazia. 
 
Muito mais do que comida
 
Ao contrário da ideia de fast-food, essa tendência vai muito além de um prato de comida. É comum associarmos esse tipo de comida com aquelas preparadas por quem nos ama, com carinho e dedicação – como a incomparável comida de mãe, da tia, da avó... 
 
Quanto mais simples, melhor
 
A simplicidade é uma característica supermarcante da tendência. É aquele feijão com um tempero especial, o bolo de laranja gostoso, a carne de panela bem macia e suculenta, ou ainda aquele pudim de leite condensado. É o gostinho simples e caseiro que costuma estar presente. Mas não é uma regra: a receita comfort food é única para cada pessoa.
 
Pratos que saciam o coração
 
É sempre bom quando alguém que amamos nos faz algo. Por isso é tão bom, vez ou outra, apreciar um bom prato de comida feita com carinho. Separamos algumas comfort foods mais comuns entre os brasileiros, para você preparar sempre que quiser voltar a estes momentos de felicidade e conforto. 
 
Ler post

Os benefícios da água para a pele e os cabelos

Os benefícios da água para a pele e os cabelos

12 de Fevereiro de 2016

Quem está por trás disso:

Mariana Canela

Mariana Canela

Categoria:

Nutrição no dia-a-dia

0 comentários Comentar
 
Capaz de melhorar a saúde e até o aspecto da pele, do cabelo e das unhas, o consumo da quantidade adequada de água por dia é imprescindível para o bom funcionamento do organismo. Confira os benefícios da água para a saúde e a beleza!
 
O que melhora com o consumo diário de água
 
A ingestão de água por dia melhora o trânsito intestinal, facilita a absorção de nutrientes e a eliminação de toxinas, ajuda a regular a temperatura corporal e ainda hidrata pele, cabelos e unhas. Sim, e tudo isso com alguns litros de água diários! O indicado para mulheres adultas é ingerir cerca de 2 litros de água por dia; já os homens adultos devem beber por volta de 3 litros todos os dias.
 
A dica é manter sempre uma garrafinha de água por perto, ainda mais no verão. Assim, a hidratação fica garantida e dá até para saber a quantidade de água que está sendo ingerida. 
 
Hidratação de dentro para fora
 
Diferente de cremes e máscaras, que hidratam superficialmente, a água hidrata de dentro para fora. Por isso, seu consumo é indispensável para quem quer uma pele, cabelos e unhas saudáveis. 
 
Os benefícios da água podem ser percebidos no aspecto da pele: sua tonacidade, elasticidade e até mesmo textura pioram quando o organismo não está hidratado. Além disso, a água ajuda na eliminação de toxinas e na absorção de nutrientes essenciais à saúde.
 
Nada substitui a água
 
Muito do que bebemos no dia a dia contém água, mas nada descarta a necessidade de se ingerir 2 litros dela (pura) todos os dias. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, cafés, chás e sucos, por exemplo, não a substituem. 
 
 
Mas, para quem quer beber algo com sabor, existe a “água aromatizada”, com frutas e ervas aromáticas. Para fazer, basta encher uma jarra com água e frutas cortadas em rodelas; depois, deixar a bebida descansar na geladeira por algumas horas. Pronto! É só se hidratar!
 
 

 

Ler post

4 receitas de sobremesas brasileiras para descobrir o lado doce do Brasil

4 receitas de sobremesas brasileiras para descobrir o lado doce do Brasil

03 de Dezembro de 2015

Quem está por trás disso:

Ana Beatriz Pose

Ana Beatriz Pose

Categoria:

Nutrição no dia-a-dia

0 comentários Comentar

Embora a culinária brasileira seja muito diversificada, às vezes damos muita atenção aos pratos salgados e acabamos esquecendo o nosso lado mais doce. Os doces do Brasil surgiram ainda no período colonial, com a produção em larga escala de cana de açúcar, principalmente na região nordeste. Inicialmente, os doces eram feitos apenas com frutas e mel.Embora a culinária brasileira seja muito diversificada, às vezes damos muita atenção aos pratos salgados e acabamos esquecendo o nosso lado mais doce. Os doces do Brasil surgiram ainda no período colonial, com a produção em larga escala de cana de açúcar, principalmente na região nordeste. Inicialmente, os doces eram feitos apenas com frutas e mel.  

Com o açúcar surgiram as caldas, compotas e a produção dos doces portugueses com alguns ingredientes brasileiros. Hoje a lista de doces é enorme, do pudim ao brigadeiro, o Brasil tem doces nacionais deliciosos. Separamos algumas das receitas de sobremesas brasileiras mais amadas pela Pátria. Para qualquer momento ou ocasião, doces que agradam a família inteira!

 

Brigadeiro

 

 

Quem nunca se deliciou com um brigadeiro? Super fácil e rápido de fazer, o brigadeiro de panela já se tornou um símbolo nacional e ganhou muitas versões. Também chamado de “negrinho” no Sul do país, o docinho das festas de aniversário é 100% brasileiro. Bem fácil de fazer, preparado com leite condensado, chocolate em pó, manteiga e fica ainda mais gostoso quando coberto com granulado.

O melhor é que o brigadeiro também pode acompanhar bolos, tortas e muitas outras receitas. Vem ver como preparar um bolo de limão com cobertura de brigadeiro. Delícia!

 

Ambrosia

 

 

Chamada de “manjar dos Deuses”, a ambrosia é um doce típico de Minas Gerais, mas também muito popular no Rio Grande do Sul. De origem portuguesa, o doce era muito comum nas festividades do interior brasileiro. É uma sobremesa simples, mas muito gostosa. A receita leva apenas açúcar, leite e ovos, e é muito prática de ser preparada.

Confira toda a receita de ambrosia para fazer em casa. Hummmmm… É de dar água na boca!

 

Cocada

 

 

Popular na América Latina e em alguns países da África, a cocada é uma sobremesa de origem portuguesa e africana. As escravas preparavam muitos pratos com leite de coco para os senhores de engenho e as sobras do bagaço de coco elas misturavam com melaço de cana e cozinhavam até engrossar.

Você pode preparar uma cocada deliciosa em casa. Aproveite a receita e chame os amigos para degustarem.

 

Sagu

 

 

O sagu brasileiro é feito da fécula extraída da mandioca, sendo a junção perfeita da cultura indígena com a cultura portuguesa. Essa sobremesa já era apreciada pelos índios, mas foram os portugueses que criaram o hábito de adoçar o prato.

O sagu só entrou definitivamente para a culinária brasileira com a chegada da Família Real ao Brasil. Hoje em dia, é comum que o doce seja preparado também com suco de uva, groselha, leite de coco e/ou canela.

Prepare um sagu especial hoje mesmo, que tal? A família vai adorar!

 

Ficou com água na boca? Então veja outras receitas de doces maravilhosos no site da Sabores Ajinomoto: Sorvete de Graviola, Flan de Iogurte, Torta de Limão, Manjar Branco, Torta Holandesa de Morango e muito mais!

Ler post

Buscar receitas...

  • AJI-NO-MOTO®

    AJI-NO-MOTO®

    AJI-SAL®

    AJI-SAL®

    AJI-SAL® CHURRASCO

    AJI-SAL® CHURRASCO

    AJI-SAL® Pimenta

    AJI-SAL® Pimenta

    AZEITE TERRANO

    AZEITE TERRANO

    Caldo SAZÓN®

    Caldo SAZÓN®

    FIT™

    FIT™

    HONDASHI®

    HONDASHI®

    MID SUGAR®

    MID SUGAR®

    MID®

    MID®

    MID® Vira Shake

    MID® Vira Shake

    RECEITA DE CASA™

    RECEITA DE CASA™

    SABOR A MI®

    SABOR A MI®

    Satis!™ Almôndegas

    Satis!™ Almôndegas

    Satis!™ Gratinados

    Satis!™ Gratinados

    Satis!™ Milanesa

    Satis!™ Milanesa

    Satis!™ Molho Shoyu

    Satis!™ Molho Shoyu

    Satis!™ Pratos Incríveis

    Satis!™ Pratos Incríveis

    Tempero SAZÓN®

    Tempero SAZÓN®

    VONO®

    VONO®

    VONO® Chef

    VONO® Chef

    VONO® Turma da Mônica

    VONO® Turma da Mônica
Produtos
  • Aves

    Aves

    Carnes

    Carnes

    Pescados

    Pescados

    Arroz

    Arroz

    Bebidas

    Bebidas

    Doces

    Doces

    Verduras e legumes

    Verduras e legumes

    Leite e Derivados

    Leite e Derivados

    Ovos

    Ovos

    Tortas

    Tortas

    Vegetais

    Vegetais

    Massas

    Massas

    Pães

    Pães

    Saladas

    Saladas

    Farinhas

    Farinhas

    Molhos

    Molhos

    Sanduíches

    Sanduíches

    Sopas

    Sopas
Categorias
  • Acompanhamento

    Acompanhamento

    Aperitivo

    Aperitivo

    Bebida

    Bebida

    Entrada

    Entrada

    Lanche

    Lanche

    Prato Principal

    Prato Principal

    Prato Único

    Prato Único

    Sobremesa

    Sobremesa

    Entrada/Aperitivo

    Entrada/Aperitivo
Tipos